Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

sábado, 5 de julho de 2008

REALIDADE NUA E CRUA

Por mais que a gente tenha consciência dos problemas que a sociedade apresenta, em muitos casos realmente nos assustamos somente quando vemos dados de valores absurdos, quando alguns desses 'problemas' se apresentam diante dos nossos olhos, ou quando paramos realmente pra pensar sobre eles, nem que for por 5 minutos.
Digo isso pois li uma matéria do PortalBiologia que diz que a média de abortos ilegais por ano no Brasil é de 1 milhão. Os dados fazem parte do estudo Dossiê sobre a Realidade do Aborto Inseguro em Pernambuco: o Impacto da Ilegalidade do Abortamento na Saúde das Mulheres e nos Serviços de Saúde do Recife e Petrolina, divulgado hoje (2) pelo Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFemea).
Um milhão de abortos é realmente um número exorbitante. Sei que é muito difícil ter uma visão de distanciamento nesses casos e tentar possuir um ponto de vista o mais abrangente possível, na tentativa de entender algumas peças desse 'quebra-cabeças', mas acredito que é possível diminuir esse número. Aqui se cai novamente na base, que é a questão da boa educação, rara na sociedade brasileira. Mas até quando a falta da boa e sólida educação para todas as classes vai desencadear a abertura de feridas cada vez mais profundas, principalmente na parcela mais marginalizada da sociedade?

Rafaela

Um comentário:

mika disse...

com certeza, como foi dito, o inicio da resolução deste problema é a educação e a conscientização!
isso dimuninuiria significativamente os casos de gravidez indesejada e, consequentemente, o número de abortos.
mas há outro lado, afinal, por diversos outros motivos, ainda existiriam casos de gravidez indejada, e aí temos a questão da legalização.
achei genial uma chamada da Mtv onde entrevistavam pessoas na rua. perguntavam primeiro se achavam q aborto é crime, todos respondiam q sim, depois perguntavam se as pessoas conheciam alguem q ja tinha feito um aborto, a maioria tb respondia q sim, por ultimo perguntavam se achavam q essa pessoa (q fez o aborto) deveria ser presa e a resposta era o silêncio!